A pandemia do novo coronavírus pegou todos de surpresa e obrigou empresas de todos os setores e segmentos a acelerar transformações tecnológicas. A necessidade de distanciamento social levou as corporações a terem que reforçar sua infraestrutura de TI, seja para colocar os colaboradores em regime home office, seja por causa do incremento na infraestrutura, como as vendas por e-commerce e delivery.

Com a atividade econômica reduzida e um aumento na demanda por investimentos em TI, cabe aos gestores traçar as melhores estratégias para que esses investimentos não prejudiquem as finanças da empresa.

Neste post, trazemos algumas dicas para dar os primeiros passos rumo a um investimento em TI mais sustentável. Confira!

Analise o cenário atual da sua TI

Quando o assunto é investimento em TI, um dos grandes desafios das empresas é fazer o gerenciamento de orçamentos, concretizando a distribuição da verba de acordo com as demandas da empresa.

Para suprir isso, a primeira etapa a ser enfrentada é analisar o cenário atual da infraestrutura de TI de sua empresa, analisando a performance e o aproveitamento dos recursos atuais. Dessa maneira, o gestor poderá identificar os pontos em que a infraestrutura pode produzir com mais eficientes e redução de custos.

Busque soluções escaláveis

Um dos desafios que as empresas enfrentavam antes da popularização das soluções em nuvem era o de trabalhar a escalabilidade da infraestrutura de TI. Hoje, há tecnologias que facilitam essa escalabilidade, o que privilegia as empresas que desejam crescer e aumentar a demanda interna e externa por recursos de TI.

Nesse cenário, o investimento em TI deverá ser feito de maneira consciente, com o alcance de resultados que vão além das necessidades imediatas. Portanto, busque soluções que sejam adaptáveis a um crescimento de médio e longo prazo.

Calcule o ROI

Outra maneira de tornar os investimentos mais racionais em tempos de crise é com a análise de uma métrica importante, o ROI — Retorno sobre o Investimento. Com o ROI, o gestor consegue analisar se o investimento realizado em um ativo de TI está valendo a pena ou não.

A partir desse cálculo, torna-se possível fazer ajuste no planejamento de TI, identificando os pontos de melhoria e de redução de gastos. Na sequência, veja um exemplo de cálculo do ROI.

Vamos supor que a sua empresa tenha investido 20 mil reais em uma nova solução de TI, que deu um retorno de 120 mil. Para calcular o ROI, utilize a seguinte fórmula:

  • ROI = (faturamento – investimento) / investimento
  • ROI = (120.000 – 20.000) / 20.000
  • ROI = 5
  • ROI: 5 x 100 = 500%

Logo, o retorno do investimento do ativo foi de 500%.

Analise as tendências de investimento em TI

Outra maneira de fazer bons investimentos em TI, sem prejudicar as finanças da empresa, é ficando por dentro das principais tendências que ajudarão a corporação a aumentar a produtividade e a eficiência dos processos.

Entre essas tendências, podemos destacar:

  • Business Intelligence (BI) e Data Analytics — podem ser utilizadas para análises preditivas, uso de dados em tempo real e mitigação de ameaças;
  • serviços e soluções em nuvem — possibilitam a escalabilidade, a otimização da infraestrutura de TI e a redução de custos;
  • Experiência do Usuário (UX e UI) — na transformação digital, é importante desenvolver sistemas que coloquem o usuário como centro principal da estratégica;
  • Machine Learning e Inteligência Artificial — possibilitam a automação inteligente de uma série de processos, como chats inteligentes, análise de desvios etc.

Como vimos, o investimento em TI em tempos de crise deve ser muito bem planejado, com a gestão utilizando os objetivos de negócios como base. Para as pequenas e médias empresas, nem sempre é possível ter uma equipe interna para fazer esse planejamento.

Nesse cenário, a melhor alternativa é contar com um fornecedor de serviços de TI especializado, que fará uma análise das necessidades de sua empresa e indicará os caminhos mais adequados para um bom investimento.

Quer saber como otimizar o investimento em TI em sua empresa? Entre em contato conosco e tire suas dúvidas sobre o assunto.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário