Na era da integração de processos, cada vez mais torna-se fundamental estar atento para a formação de todas as equipes do seu negócio. O setor de TI, principalmente, merece uma profunda atenção, pois trata-se de uma área estratégica, já que administra uma série de questões que impactam outros setores.

Um time de TI eficiente é capaz de alavancar os resultados do setor de vendas, compras, financeiro, contabilidade, automatizar processos, realizar gestão de soluções que auxiliam na empresa como um todo, entre uma série de outras questões. Por isso, é importante saber como montar uma equipe de TI eficiente.

Vou mostrar a seguir os principais pontos para auxiliá-lo nesse tema. Boa leitura!

Observar a capacidade de comunicação

Engana-se que os times de TI precisam focar essencialmente em questões técnicas. Os profissionais precisam ter uma forte capacidade de comunicação, já que eles, muitas vezes, precisam conseguir comunicar ações que devem ser realizadas por profissionais que não têm domínio técnico sobre os temas.

Por exemplo, se um colaborador da área de marketing precisa de um suporte para um software que não está funcionando adequadamente, o profissional precisa saber explicar quais serão os procedimentos a serem realizados. Por isso, é importante que os times tenham uma boa capacidade de comunicação, principalmente com quem não tem conhecimento técnico.

Além disso, dentro das próprias equipes, é necessário que os colaboradores saibam se comunicar entre si. Afinal, a sinergia entre os times têm grande importância para que as funções do setor sejam executadas adequadamente. Lembre-se que o trabalho em equipe é fundamental para essa área. É importante, assim, implementar soluções que auxiliem nesses processos comunicacionais. Por exemplo, adote chat interno para empresas.

Investir em treinamento e capacitação

Mesmo que você contrate membros das equipes com alto conhecimento técnico, é preciso que seja investido em treinamento e capacitação dos membros. Afinal, é uma forma de alinhar os times de acordo com os padrões e expectativas da empresa.

Assim, você terá certeza que os funcionários não terão divergências entre si sobre os modos como realizar suas funções, o que poderia levar a divergências internas e, consequentemente, necessidade de refazer o trabalho continuamente. Nada bom, não é mesmo?

Além disso, treinamentos e capacitação fazem com que o seu colaborador se sinta motivado a continuar dando o seu melhor nas rotinas, reduzindo os índices de erros e melhorando a produtividade. Muito bom, não é mesmo?

Entenda o perfil necessário para o cargo

Outro ponto é saber identificar qual o perfil necessário para exercer as atividades do setor de TI. Alguns dos pontos que, normalmente, são comuns a todos os profissionais que trabalham nessa área são:

  • proatividade;
  • boa capacidade de comunicação;
  • ser criativo;
  • buscar atualização constante;
  • dinamismo;
  • ter um bom conhecimento do setor;
  • buscar as principais certificações da área;
  • ter forte iniciativa;
  • ter paixão pela área de tecnologia.

Participe pessoalmente da seleção

Uma das grandes falhas dos gestores, ao montar os times de TI, é não estar presente no processo seletivo, deixando isso apenas para os profissionais de recrutamento. Isso não é questionar a excelência desses especialistas, contudo, é importante que você conheça quem são os candidatos e quais têm um perfil mais alinhado com as suas demandas, bem como com a cultura da empresa.

Além disso, com a presença do gestor no processo, ele consegue tirar dúvidas que possam vir a surgir nesse tipo de situação durante a seleção, evitando que ocorram problemas que possam gerar conflitos após a contratação.

Assim, você estará mais confiante que todos os procedimentos adequados foram realizados e terá maior entrosamento com os times de TI formados. Por ser uma equipe-chave para a empresa, é fundamental que o gestor não fique com dúvidas sobre quem está contratando, para não gerar processos de demissões desnecessárias posteriormente.

Dê autonomia aos profissionais

Um dos pontos que também são importantes para quem vai trabalhar com Tecnologia da Informação é ter autonomia para realizar o que é necessário, principalmente em casos de urgência. Por exemplo, em uma situação de ataque cibernético, minutos podem ser a diferença entre conseguir conter os danos ou, então, ter perdas significativas.

Esses minutos perdidos podem ter ocorrido, por exemplo, por falta de autonomia dos profissionais para intervirem quando necessário, precisando recorrer ao gestor para tomar decisões e, assim, aumentar os riscos de problemas.

Quando há autonomia para os profissionais, é possível garantir que eles consigam resolver problemas prontamente, agindo de forma rápida, eficiente e precisa. Caso queira minimizar qualquer tipo de erro, uma possibilidade é criar planos de contingência, para que os procedimentos possam ser feitos de forma autônoma, contudo, padronizadas, a fim de que todos realizem sempre as ações definidas previamente, de acordo com as diretrizes da empresa, sem precisar pedir autorização para isso.

Além disso, a autonomia faz com que os colaboradores sintam que a empresa confia nas atividades deles. Isso é importante, principalmente, para torná-los mais motivados, engajados e eficientes no dia a dia.

Terceirize tarefas rotineiras

Outra forma importante para conseguir montar um bom time de TI é saber otimizar quando é necessário deixar determinadas tarefas para empresas especializadas ou, então, que sejam rotineiras e, portanto, podem sair menos custosas para a organização quando terceirizadas.

Contando com uma empresa de confiança, é possível deixar que determinadas atividades, como o monitoramento de tráfego do site, fique por conta de quem é especialista no assunto e você possa economizar em relação à contratação de um expert no tema. Assim, pode investir em colaboradores que realizem as tarefas que são mais imediatas e mais centralizadas sobre as necessidades do negócio.

Montar uma equipe de TI é fundamental para garantir excelência nas atividades internas. Com isso, é possível que todo o negócio flua adequadamente e tenha melhores resultados. Assim, o sucesso ocorre, principalmente, pela presença ativa do gestor. Sem isso, os resultados podem ser desastrosos e gerar problemas a longo prazo com suas equipes.

Por isso, não deixe de participar e implementar as dicas que listei anteriormente. Tenho certeza de que, assim, você terá uma equipe forte, com boa sinergia e que estejam alinhados com os objetivos do negócio.

Gostou do conteúdo e quer mais dicas importantes para melhorar o seu negócio? Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos diretamente em seu e-mail.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário