As organizações devem aprimorar constantemente as suas conexões de rede. Afinal, a transformação digital já faz parte da realidade, tornando fundamental ter uma internet de qualidade para realizar as atividades internas e garantir maior tranquilidade e autonomia para os gestores.

Uma das formas de alcançar esses benefícios é adotar uma internet dedicada no ambiente corporativo, melhorando sua infraestrutura de TI. Saber o que isso significa é fundamental para fazer uma escolha acertada e consistente.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e aproveite para tirar as suas dúvidas a seguir!

O que é internet dedicada?

A internet dedicada (também conhecida como link dedicado) é um serviço voltado para as corporações com o objetivo de garantir uma disponibilidade constante de conexão com a web. Desse modo, o usuário desfruta de uma via exclusiva de acesso à rede, sem o compartilhamento da conexão com outros players.

Como funciona a internet dedicada?

Por meio da internet dedicada, é possível ter uma total disponibilidade de conexão, evitando quedas por gargalos e excesso de tráfego na rede. Como a sua via de acesso à web é exclusiva da empresa, o fluxo é livre, evitando quedas e instabilidades que possam vir a ocorrer em horários de pico. Dentre outros aspectos, também é possível mencionar:

Fibra ótica de ponta a ponta

Esse é outro ponto que influencia a qualidade de conexão, algo fundamental para organizações que precisam de redes mais robustas. Assim, a conexão por fibra ótica ocorre desde a saída do provedor de internet até ao ponto final.

Simetria de upload e download

Outra característica muito importante e que influencia diretamente a decisão pelo uso da internet dedicada é que as velocidades de upload e download são simétricas, além de serem estáveis.

Qual a diferença entre link dedicado e link compartilhado?

Para entender os motivos pelos quais o link dedicado é mais interessante para as empresas, é preciso analisar quais são as principais diferenças entre link dedicado e link compartilhado.

No link compartilhado, normalmente utilizado nas redes domésticas e residenciais, a conexão é feita de forma comunitária, ou seja, seus dados circulam pelas mesmas vias de outros clientes daquela empresa e há uma espécie de disputa de espaços.

Assim, a analogia é bastante semelhante a uma estrada: se você está dividindo a via com outros carros, quando ela está cheia e não comporta aquele volume de veículos, a velocidade média vai cair. Em alguns casos, o congestionamento gerará, de fato, uma parada do trânsito (gerando gargalos na sua conexão).

Quando você tem uma via de acesso exclusiva, em contrapartida, não precisa disputar espaço com ninguém, podendo alcançar a velocidade máxima da via sem riscos e problemas, tornando sua viagem mais rápida e eficiente.

Quais pontos devem ser observados no momento de escolha da internet dedicada?

Ao escolher um fornecedor de internet dedicada, é fundamental estar atento a alguns pontos fundamentais, para garantir qualidade de conexão. A seguir, confira alguns.

  • o percentual de velocidade deve estar estabelecido no contrato, como uma segurança para seu negócio;
  • a velocidade deve ser simétrica;
  • o link deve ter disponibilidade alta;
  • o negócio deve ter experiência no mercado;
  • o suporte deve ser ativo, ágil e especializado, para rápida resolução das questões.

A internet dedicada é um serviço fundamental para boas conexões para as empresas. Por isso, não deixe de estar atento a essas questões e implemente o serviço em seu negócio. Lembre-se de que indisponibilidades e gargalos podem trazer prejuízos consideráveis para a sua empresa.

Quer dicas importantes para seu negócio e tecnologias? Siga nosso perfil no Facebook e LinkedIn e acompanhe nossos conteúdos!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário