Todo o contexto gerado pelo novo coronavírus transformou a realidade das mais diferentes organizações e setores. Para os serviços de TI, gerou-se um novo contexto, no qual soluções se tornam cada vez mais necessárias para as empresas, a fim de permitir a continuidade das atividades internas.

Além disso, uma série de lições estão sendo ensinadas continuamente para quem trabalha com o setor, a fim de que seja possível conseguir melhores resultados e manter a empresa em pleno funcionamento, tanto durante quanto no pós-pandemia.

Vamos falar mais sobre essas lições e como se preparar para esse novo mundo após a Covid-19, neste texto. Boa leitura!

A necessidade da preparação para cenários emergenciais

Esse é o principal ensinamento que muitas empresas estão tendo no momento: aprender a importância de se preparar para cenários inesperados. O surgimento do novo coronavírus levou todos os mercados a uma situação impensada — afinal, estamos vivendo a pior pandemia dos últimos 100 anos.

As empresas que tinham um plano de contingência para crises minimamente elaborado, estão conseguindo lidar de uma forma mais tranquila com o atual cenário.

Por isso, mesmo que o ambiente se mostre totalmente favorável, é fundamental ter planos de emergência para os mais diferentes cenários, sabendo como agir de forma estratégica e minimizando os prejuízos que possam vir a existir.

A importância da cibersegurança

Quando os colaboradores precisaram executar as atividades em suas casas, os setores de TI notaram a potencialização de uma questão fundamental: garantir a cibersegurança dos dados das organizações.

Afinal, os colaboradores estão agora em ambiente residencial, de forma que o acesso é feito por meio de seus próprios dispositivos em uma rede doméstica. Os cuidados precisam ser redobrados para que não ocorra qualquer tipo de vazamento que possa comprometer a integridade e a segurança dos dados do negócio.

Estabelecer níveis de acesso é fundamental, por exemplo, para que os colaboradores não tenham acesso a documentos que sejam sigilosos ou que possam comprometer a segurança da empresa. Isso porque há uma maior dificuldade no controle da segurança da rede doméstica nesse quesito.

As empresas que não adotavam mecanismos de proteção podem estar passando por sérios problemas para conseguir lidar com essas situações de forma adequada.

A necessidade da aceleração da transformação digital

A transformação digital é uma tendência cada vez maior nos mais diferentes mercados, e já vinha sendo amplamente implementada nas organizações, em seus mais diferentes níveis, tais como:

  • adoção da Internet das Coisas;
  • uso de ferramentas de automação;
  • uso do Big Data Analytics;
  • adoção da inteligência artificial;
  • migração para cloud computing;
  • integração de processos nas empresas;
  • uso de robótica, machine learning e deep learning, entre outros.

Porém, com o isolamento gerado pela pandemia do coronavírus, cada vez mais as empresas buscam soluções que permitam continuar suas atividades com redução de custos, bem como garantir que os colaboradores possam atuar em suas residências, sem perdas produtivas, de forma segura para a organização e para todos.

A importância da infraestrutura de TI

Muitas empresas foram pegas de surpresa no que diz respeito a capacidade de atender os seus clientes, precisando fazer alterações de infraestrutura de TI para suprir essas demandas. É o caso, por exemplo, das organizações que trabalham com vendas online e presencial.

Nesse novo cenário, surge a necessidade de passar todos os processos para o online e, ao mesmo tempo, suprir o aumento na demanda de compras via e-commerce. Se o site não suporta esse novo volume, ele oscilará, cairá e os clientes não poderão fazer as suas compras.

Se a infraestrutura de TI permitir um escalonamento dos servidores para suportar esse aumento de demanda, a loja enfrentará menos problemas nesse processo. Ou seja, a adoção do cloud computing tem um papel vital nisso.

A questão é: as empresas que ainda não tinham feito isso tiveram que resolver essas questões de forma emergencial, sem planejar com cuidado esse processo. Diante disso, a pandemia ensinou um ponto importante: pensar em escalabilidade da sua infraestrutura de TI é fundamental para garantir que o seu negócio continue o crescimento de forma sustentável a longo prazo.

O papel cada vez mais central da TI nas organizações

Se há uma lição que ficou, principalmente, para a alta diretoria das organizações, é que não dá mais para fugir da importância do TI para as organizações. Aquelas que ainda não adotavam soluções e medidas tecnológicas encontraram-se em um cenário no qual precisaram mudar esse pensamento, ou perderiam espaço perante os concorrentes — e, em um contexto de pandemia, a própria existência do negócio estava em xeque.

Com o home office, foi necessário adotar soluções que permitiram aos colaboradores atuarem em suas residências. Soluções de automação tomaram espaço, principalmente, para permitir a manutenção de determinadas atividades, mesmo sem a presença dos colaboradores na empresa.

Sendo assim, muitas organizações que estavam postergando a adesão a novas tecnologias começaram a fazer alterações. Afinal, aquelas que não se adaptarem ao contexto ficarão atrás da maioria dos concorrentes. Ou seja, é irreversível: o TI terá um papel central para a vitalidade dos negócios.

Diante disso, podemos falar alguns pontos que podemos esperar para os serviços de TI no pós-pandemia:

  • maior integração entre operações digitais e físicas;
  • reinvenção nos modos de fazer interno nas organizações, o que aumentará a necessidade de adaptação das soluções de TI;
  • maior necessidade de especialistas para a adoção de soluções nos demais setores, modernizando as empresas;
  • implementação da transformação digital como uma realidade;
  • adoção de maiores medidas de segurança de dados nas organizações;
  • aplicação de soluções focadas para realização das atividades home office;
  • maior orçamento para o setor de TI;
  • modernização dos processos de TI, principalmente em busca de melhor produtividade, entre outros.

É importante que as empresas fiquem atentas às lições que o novo coronavírus ensinou para os diretores, nos seus mais diferentes setores e, principalmente, para os serviços de TI. Também é fundamental, enquanto acompanha essas transformações, observar o cenário que está sendo apresentado e preparar os processos para o pós-pandemia.

Gostou deste conteúdo? Quer mais dicas interessantes? Então, curta a nossa página no Facebook e veja nossos posts em seu feed de notícias!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário