A produtividade em TI tem a ver com a capacidade de utilizar os recursos tecnológicos em favor das demandas específicas da empresa. Mais do que adquirir muitas soluções digitais ao mesmo tempo, é um procedimento destinado a otimizar os processos e gerar resultados melhores.

Para isso, a empresa deve se preocupar em adotar estratégias dedicadas a otimizar o nível geral de produtividade em TI. Pensando nisso, preparamos 8 dicas especiais para que você consiga alcançar esse objetivo dentro do seu negócio. Acompanhe conosco!

1. Tenha um planejamento estratégico

A tecnologia da informação é uma área estratégica em qualquer empresa, independentemente do segmento. Por conta desse protagonismo, ela também exige um planejamento apropriado para que tudo corra bem.

O principal objetivo de um planejamento estratégico de TI é considerar condições internas e externas, assim como a evolução de cada fator. Só com esse trabalho será possível mensurar questões como a previsão de faturamento e a expansão da atividade, entre outras coisas.

Além disso, o planejamento estratégico também tem uma relação direta com o aumento de produtividade. Isso porque ele ajuda a integrar os setores e alinha as ferramentas tecnológicas aos objetivos da companhia. A flexibilização proporcionada por ele garante que todos os ajustes necessários possam ser feitos — e as demandas do negócio atendidas.

2. Adote novas tecnologias

A TI é a principal responsável pela otimização dos processos das empresas. Isso se explica pelas suas múltiplas aplicações: políticas de segurança de rede, virtualização de aplicações, otimização de servidores, gestão de ativos — há um mundo infinito de possibilidades para incrementar as suas atividades.

No entanto, é preciso entender que essa otimização está atrelada ao alinhamento das expectativas com o que cada solução digital possa oferecer. Portanto, não basta adquirir o equipamento mais avançado do mercado sem entender bem como ele opera.

Uma boa ideia para adquirir tecnologias que se encaixem perfeitamente nas suas metas é contar com um serviço de consultoria em tecnologia. Afinal de contas, não há melhor solução para entender do setor do que entrar em contato com quem dedica a sua vida profissional ao estudo da área.

3. Realize treinamentos periódicos

O processo seletivo da sua empresa pode ser realmente rigoroso e criterioso, mas isso não é o suficiente para garantir todo o conhecimento necessário. Por mais que os profissionais se juntem ao seu negócio já entendendo muito sobre tecnologia, a verdade é que a transformação digital exige estudo contínuo.

Assim, é necessário que eles acompanhem as tendências e adquiram novos conhecimentos para continuar produzindo em alto nível. Para isso, promova treinamentos e cursos periódicos para que todo mundo se mantenha atualizado.

Aqui, o contato com consultores externos e a contratação de um serviço de outsourcing, sobre o qual falaremos mais adiante no texto, também são ótimas medidas para manter a sua equipe motivada.

4. Invista em multidisciplinaridade

Essa dica também tem a ver com o estudo contínuo. Para que o pessoal de TI consiga dar conta do trabalho necessário, é fundamental manter equipes multidisciplinares. Isso não significa que cada trabalhador deva entender de tudo em tecnologia (o que seria complicado), mas que o time seja bem equilibrado.

Assim, é melhor ter uma equipe na qual cada integrante seja especialista em um ramo da tecnologia do que ter profissionais que entendem de tudo um pouco. O planejamento estratégico ajudará a sua empresa a entender as suas metas e as tecnologias necessárias — a partir daí, será mais fácil montar um time técnico e equilibrado.

O outsourcing de TI é uma solução para as empresas que querem delegar tarefas operacionais a parceiros externos e fazer com que a equipe interna se concentre na inovação e nas atividades principais do negócio.

5. Desenvolva um programa de avaliações

Apostar e investir na capacitação dos colaboradores é uma ótima ideia, mas não é o fim do caminho: é preciso que as habilidades conquistadas sejam postas em práticas e gerem bons resultados para a organização.

Uma maneira de estimular a participação é desenvolver um programa de avaliação. A ideia é repassar objetivos e metas individuais e coletivas e avaliar o trabalho de forma periódica. Com os profissionais sabendo onde devem chegar, a motivação cresce, já que eles saberão exatamente o que é esperado deles.

6. Ofereça uma boa infraestrutura

Para ter o estímulo necessário para produzir bem, ter equipamentos de qualidade na sua empresa faz muita diferença. Assim, é importante investir em uma boa infraestrutura, com softwares alinhados às atividades e aos objetivos do negócio.

Além disso, é preciso entender que o retorno compensa o investimento inicial. Afinal, sua empresa produzirá mais rápido, podendo atender um número superior de clientes.

7. Melhore a comunicação interna

A comunicação é essencial para o sucesso de qualquer negócio. Em TI, não é diferente: o gestor deve dialogar diretamente com os colaboradores e apostar em novos canais de contato, como a intranet e as redes sociais corporativas. O serviço de e-mail também deve ser otimizado para trazer mais eficiência no contato direto.

Além disso, é muito importante investir apenas em softwares originais. Dessa maneira, há um risco bem menor de invasões por parte de hackers — que poderiam acabar lendo mensagens internas. A instalação de programas piratas deixa os computadores vulneráveis à ação de trojans, por exemplo.

8. Invista em outsourcing

Ao longo do texto, mencionamos alguns pontos positivos do outsourcing. Mas não falamos de outros: a redução de custos, a possibilidade de contar com serviços sob demanda, a elevação geral de produtividade e o tempo para se concentrar nas atividades-fim.

Afinal, com parceiros terceirizados realizando a parte operacional, será possível alocar colaboradores capacitados em outras tarefas, gerando produtos inovadores e levando em consideração as sugestões dos clientes.

Os custos são controlados de forma mais precisa, já que o trabalho dos parceiros é estabelecido em contrato. Assim, a empresa não adquire um pacote de serviços desnecessários e os gestores ainda saberão exatamente os valores que gastarão.

Mencionamos a necessidade de treinar os colaboradores, certo? Contudo, retirar os funcionários do trabalho diário pode ser perigoso, especialmente se ocorrer falhas críticas. Com profissionais externos na empresa, será mais tranquilo liberar a equipe interna para comparecer a palestras e cursos de capacitação.

Como pudemos ver no post, melhorar a produtividade em TI envolve planejamento, capacitação dos colaboradores, incentivos e a parceria com profissionais especializados, que agregarão valor aos processos já existentes. Com as dicas que repassamos colocadas em prática, sua empresa só tem a ganhar em performance e versatilidade.

E aí, gostou do post e quer saber mais sobre a terceirização de TI? Então, aproveite a visita e leia agora mesmo o nosso post sobre outsourcing e os seus benefícios!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário