A computação em nuvem é um dos pilares da transformação digital, estando sempre listada entre as grandes tendências de TI a cada ano. Isso porque, essa tecnologia serve de base para uma série de processos essenciais para a otimização das infraestruturas de TI e para o aumento de produtividade nas empresas.

A virtualização de servidores e a migração de aplicativos e serviços estão entre os processos mais requisitados pelas empresas em relação à nuvem, pois permitem a otimização de seus processos, ganho de escalabilidade, agilidade, redução de gastos e maior proteção de dados. Para que tudo isso seja possível, é importante que o gestor de TI tenha atenção especial com um processo importantíssimo, a migração para a cloud.

Neste post, vamos entender quais são os maiores desafios que os gestores devem enfrentar na hora de fazer essa migração. Confira!

1. Tenha uma boa conexão à internet

Sem uma boa conexão com a internet não é possível aproveitar com qualidade todos os serviços que a nuvem pode proporcionar para uma empresa. Por isso, antes de realizar a migração, vocês terão que garantir que o ponto de acesso aos serviços seja coberto por uma rede estável e rápida.

Além de contratar um serviço de internet de alto desempenho, utilizando uma tecnologia de ponta, como a fibra óptica, com links dedicados para redes corporativas, assegure-se de ter uma rede reserva, para deixar de backup, caso a principal caia. Por melhor que seja o seu provedor, certamente ele não é 100% infalível e, como os problemas nunca chegam com hora marcada, o investimento em uma rede reserva, de outra operadora, pode ser primordial.

2. Faça um planejamento de migração

A migração para a nuvem não é um processo simples de se executar, pois exige planejamento e preparo. Porém, a etapa de planejamento ainda é negligenciada por alguns gestores. Quando a migração não é executada de maneira correta, a empresa pode enfrentar uma série de problemas, como instabilidades no serviço e queda na produtividade.

Para evitar esses problemas, o gestor deverá fazer o planejamento de migração de maneira cuidadosa e estratégica, levando em conta todos os eventuais problemas que possam surgir durante o processo. Para que isso seja possível, antes de iniciar a migração, as empresas deverão fazer uma avaliação criteriosa de suas demandas para definir o que deverá ser movido para nuvem com prioridade, fazendo o planejamento dessa mudança de maneira gradual.

3. Escolha o seu fornecedor com critério

Com a alta demanda por serviços de nuvem, o número de provedores de cloud computing vem aumentando consideravelmente. Por isso, antes de contratar o serviço, veja o que é oferecido pelo fornecedor e veja se ele atende aos requisitos que a sua empresa necessita.

Para que isso seja possível, a empresa deverá fazer uma avaliação interna criteriosa e definir quais serviços serão beneficiados por essa migração para a nuvem, as demandas que se tornarão mais ágeis e as necessidades da infraestrutura de TI.

4. Atente-se a segurança da nuvem

A computação em nuvem já atingiu um grau de maturidade que faz desse ambiente mais seguro até do que as infraestruturas on-premises. Porém, o provedor não tem a responsabilidade de controlar o acesso a esse ambiente e isso pode gerar riscos desnecessários, principalmente quando há negligência de alguns gestores.

Quando a empresa não investe em segurança, com a contratação de colaboradores preparados, TI reativa, softwares desatualizados e outras brechas que podem colocar o acesso à infraestrutura de TI em risco. Para evitar esse tipo de problema, é importante que os gestores invistam em treinamentos, criação de boas políticas de uso, segurança e controle de acesso, para que tudo aconteça conforme o planejado.

5. Entenda as regras de licenciamento

Cada empresa adota os softwares e hardwares específicos de acordo com as suas demandas e cada um desses itens precisa de um tipo de licenciamento, que deverão ser avaliados. Alguns fornecedores, por exemplo, disponibilizam licenças diferentes de acordo com o ambiente em que a aplicação será utilizada, local ou nuvem.

Nas situações em que o fornecedor impedir que os seus softwares sejam utilizados em nuvem, o gestor terá que fazer uma avaliação de mercado para encontrar uma alternativa que atenda a demanda, sem que a empresa perca em desempenho. Procure fornecedores que ofereçam soluções baseadas em data center.

Isso porque, os data center são mais flexíveis e possibilitam que todas as configurações relativas aos softwares e hardwares sejam adaptadas de acordo com as demandas de cada empresa. Por mais que o custo possa ser um pouco mais alto, a empresa não terá problema de compatibilidade e com as regras de licenciamento.

6. Faça um bom gerenciamento da nuvem

Para que a migração para a nuvem entregue os resultados esperados é importante que os serviços sejam utilizados em todo o seu potencial. Uma das maiores vantagens de contar com um ambiente em nuvem é a elasticidade e flexibilidade no consumo de recursos e nem sempre as empresas, por falta de planejamento e estratégicas, conseguem tirar o máximo proveito da infraestrutura.

Quando o gestor tem um bom conhecimento das boas práticas de gerenciamento de nuvem contribuem para a minimização de uma provável sensação de que não vale apenas fazer o investimento em nuvem — deixando para trás a ideia de que o investimento em cloud é uma aposta que elevaria os gastos de maneira significativa em relação à entrega tradicional.

Como vimos, os desafios para a migração para nuvem são diversos e todos poderão ser superados com um bom planejamento estratégico. Se a sua empresa não conta com uma equipe experiente para realizar esse processo, uma boa solução pode ser a contratação de um parceiro especializado, que estará pronto para indicar os melhores caminhos, tanto em relação ao contato com os fornecedores, quanto em termos de configuração e ambiente.

A GD Solutions está pronta para ajudar a sua empresa a fazer a migração para a nuvem de maneira eficaz. Temos uma equipe qualificada e contamos com as tecnologias e soluções mais modernas disponíveis no mercado.

E aí, está pronto para fazer a migração de seus arquivos e aplicações para nuvem? Entre em contato conosco e descubra como otimizar esse processo.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário