Entre em contato

© GD Solutions. Todos os direitos reservado. By Next4.

O que eu preciso saber antes de implantar o backup na nuvem?

A tecnologia traz cada vez mais formas de tornar os processos mais seguros e eficientes para as empresas. Um exemplo é o backup na nuvem, um conceito que vem sendo explorado por empresas de diversos setores e tamanhos. Mas você sabe o que isso quer dizer? Confira neste artigo tudo que você precisa saber para implementar este conceito no seu negócio.

O que é a nuvem?

A nuvem é um termo que reflete o “cloud computing”, em que as operações, o armazenamento e diversos outros processos computacionais são feitos em um servidor remoto. A nuvem é armazenada nos servidores das prestadoras de serviço, que arcam com o todo o custo para a sua infraestrutura e segurança.

O backup na nuvem

Então, a solução consiste em usar este conceito para armazenar os dados. Com isso, caso haja alguma perda ou eles sejam comprometidos de alguma forma, será mais fácil recuperá-los sem nenhum dano para a empresa.

As vantagens

Este modelo tem diversas vantagens para as empresas.

Primeiramente, não existe a necessidade de uma infraestrutura para guardar estes dados, economizando espaço físico. A equipe de TI pode ser bem menor, ou até mesmo terceirizada, para resolver alguns problemas pontuais. Com isso, os custos são muito reduzidos.

Além disso, existe a facilidade de acesso aos dados de qualquer lugar, em qualquer momento através de um site por um navegador ou pelo painel de controle oferecido pelo prestador de serviço.

Outra questão importante é a da própria segurança. O backup existe para garantir uma “segunda” cópia, caso a primeira seja comprometida. Como este backup é feito fora do ambiente da empresa, a segurança é muito maior. Além disso, não existe risco destes dados vazarem, visto que a prestadora deste serviço tem todo o seu foco na segurança do ambiente.

Como funciona?

Para implementar essa solução é preciso, primeiramente, escolher a empresa parceira que irá ficar encarregada destes dados. Em seguida, é interessante fazer uma ordem de prioridade para os itens mais importantes, de modo a garantir que eles sejam armazenados primeiro. Também é uma boa dica sempre manter um backup local, dos dados menores e mais acessados durante o dia a dia da empresa. Estes arquivos também serão mantidos na nuvem, mas podem ser acessados mais facilmente com uma segunda cópia local.

A diferença entre armazenamento e backup

Por fim, é importante esclarecer uma dúvida bem comum: A diferença entre armazenamento e backup. O armazenamento, que também pode ser feito na nuvem, é como se fosse um HD de um computador. Ele guarda os arquivos mais acessados normalmente, no dia a dia do trabalho. Ele precisa ser seguro, acessível e rápido, pois existe uma movimentação muito grande dos arquivos. Por outro lado, o backup é uma solução mais a longo prazo. Também é um armazenamento, mas seu objetivo não é ser acessado diariamente, e sim ser uma reserva dos arquivos. O foco é o envio de novos dados que precisam ser guardados. Agora que você já conhece, quer saber mais sobre esse serviço e essa tecnologia? Então, continue no nosso blog e leia mais!