“Na nuvem” — quantas vezes você ouviu essa expressão na área de tecnologia? Provavelmente muitas. Afinal, o cloud computing é, hoje, mais do que uma tendência: é, praticamente, uma norma a ser implementada nas mais diferentes empresas.

O Gartner, uma das principais autoridades em pesquisas na área de tecnologia, afirmou que em 2020 seria praticamente impossível encontrar negócios que não operassem com cloud em alguma medida — tão raro quanto aqueles que operam completamente off-line. Por isso, se você ainda não adota a nuvem em seu negócio, cuidado!

Muitas das organizações operam com ela no armazenamento e backup — e não são termos sinônimos. Cada um deles tem suas especificidades. Hoje eu vou contar tudo que você precisa saber sobre armazenamento e backup na nuvem e tirar suas principais dúvidas sobre o tema, combinado? Vamos juntos!

O que é um armazenamento na nuvem?

O armazenamento em nuvem diz respeito à possibilidade de que os colaboradores possam criar, acessar e editar documentos a partir de qualquer dispositivo conectado à internet e armazená-lo em cloud.

Você deve conhecer e, até mesmo, utilizar soluções de armazenamento em nuvem no seu dia a dia: é o caso, por exemplo, do Dropbox, One Drive e Google Drive. Trata-se de um SaaS (Software as a Service), apesar de que, em alguns casos, você pode encontrá-los como um IaaS (Infrastructure as a Service).

O que é um backup na nuvem?

O backup na nuvem diz respeito a uma solução implementada em seu negócio, cujo objetivo é permitir o funcionamento do seu negócio, sem perda dos dados, em casos de problemas ou desastres. Assim, se um servidor físico tiver problemas, não será preciso paralisar as atividades: basta acionar os dados na nuvem e recuperá-los.

Ele é útil para as seguintes situações:

  • perda de componentes;
  • exclusão inadequada de dados;
  • corrupção das informações;
  • necessidade de recuperar uma versão anterior dos dados.

Nesse caso, as informações selecionadas são carregadas de forma automatizada para um servidor cloud.

Quais são as diferenças entre os dois conceitos?

Apesar de parecerem semelhantes a uma primeira vista, eles não são idênticos. Eles funcionam de formas diferentes, como mostrarei a seguir.

Quando armazenamos um arquivo na nuvem, basta realizar o upload do arquivo no servidor cloud, por meio das soluções escolhidas para sua empresa operar. É um processo relativamente simples.

Ao falarmos em backup, há mais etapas envolvidas:

  • captura da informação;
  • compactação;
  • criptografia e adoção de outros protocolos de segurança para aquelas informações;
  • envio dos dados para o servidor.

Esse processo pode ser periodizado (a cada 8h, 24h, uma semana, 15 dias, de acordo com as especificidades e necessidades da organização, bem como criticidade do arquivo) e necessita de acompanhamento para minimizar erros no processo de adoção do backup.

Além disso, torna-se importante realizar o teste do processo de restauração, afinal, caso tenha algum erro, é melhor verificar antes de que seja necessário, de fato, recuperar as informações e resolver a questão.

Assim, no processo de backup, é fundamental ter os tempos de Recovery Point Objective (RPO — diz respeito à “idade” sobre a qual um arquivo precisa ser recuperado) e Recovery Time Objective (RTO — diz respeito ao tempo que um determinado arquivo pode ficar fora do ar no caso de um desastre tecnológico).

No que diz respeito à segurança, também temos diferenças: no caso do armazenamento feito por meio de aplicações SaaS, o provedor que realiza a criptografia. Assim, cada usuário tem uma chave de encriptação, que é utilizada pelo servidor e decodifica os arquivos quando é feito o login. Assim, o usuário não faz o processo de decodificação ele mesmo.

Já no backup em nuvem, a criptografia é uma das etapas que o software responsável realiza. O sistema já notifica o cliente quando uma chave de encriptação é modificada. Assim, em caso de alguns ataques cibernéticos (como o ransomware, no qual há a criptografia dos arquivos dos seus servidores por meio de cibercriminosos), o tempo de resposta do negócio é menor para identificação do ataque e restaurar o sistema.

Qual a melhor opção para sua empresa?

Se o objetivo do seu negócio é ter um maior controle e autonomia sobre os processos de segurança da informação, bem como ter cópias de segurança dos arquivos, em caso de eventuais problemas, o backup em nuvem pode ser uma opção mais interessante.

Isso porque é uma solução que oferece um melhor custo-benefício, com manutenção de baixo valor e exige menos cuidados por parte do time de cibersecurity, em comparação com o armazenamento.

Contudo, isso dependerá dos anseios e necessidades do seu negócio. Muitas vezes, você pode descobrir que o armazenamento seria mais vantajoso. Por isso, é fundamental analisar o cenário e identificar qual é a melhor opção caso a caso.

Qual a importância em contar com uma empresa especializada neste tipo de serviço?

Além de identificar qual das soluções é a mais interessante para a sua situação, é fundamental saber encontrar a empresa especializada para adotar a que for escolhida, seja ela o armazenamento ou backup.

Para isso, é importante observar alguns pontos fundamentais, entre eles:

  • quais são os fornecedores parceiros da empresa;
  • identifique a reputação do negócio no mercado de TI;
  • analise o portfólio do negócio e o índice de ocorrências graves que outros clientes passaram;
  • confira a expertise dos membros pertencentes às equipes;
  • avalie o custo-benefício do serviço;
  • verifique se há adoção de plano de contingência na adoção do serviço;
  • verifique como é feito o suporte ao cliente, principalmente, em caso de problemas com o serviço de armazenamento e backup.

Essa análise é fundamental, pois os dados são cada vez mais estratégicos para as organizações. Assim, não é mais possível correr risco de indisponibilidades e perdas, não é mesmo?

Se você está buscando uma empresa séria e capacitada para a realização de armazenamento na nuvem e backup na nuvem? Conte com a GD Solutions. Somos especializados em Serviços Gerenciados de TI, e temos como missão oferecer uma TI otimizada e eficiente para nossos clientes.

Além disso, caso tenha dúvidas sobre qual deles é melhor contar, nós podemos oferecer um trabalho de consultoria, no qual também poderemos abordar outros pontos importantes para otimizar o seu negócio na área de tecnologia.

Achou interessante esta possibilidade? Então entre em contato, saiba mais sobre nossos serviços e tire suas dúvidas sobre este tema tão importante para os negócios.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário