O ano pandêmico nos ensinou que a sustentabilidade não se trata apenas de enfrentar os riscos ambientais, mas muito mais. Trata-se de criar resiliência em infraestrutura para os negócios. Hoje, há uma maior atenção social, corporativa, governamental e do consumidor sobre o impacto das empresas na sociedade.

A prática de adotar as melhores práticas ambientais, sociais e de governança em um negócio — que também pode ser um critério para investimentos — é chamada de ESG. Mas, o que isso tem a ver com a área de TI?

É sobre isso que falamos neste artigo. Nele, você vai entender o que é ESG e saber como aplicá-la na TI da sua empresa.

O que é ESG?

ESG significa Ambiental, Social e Governança e se refere a três fatores centrais na medição da sustentabilidade de um investimento.

Os critérios ambientais examinam como uma empresa contribui e atua nos desafios ambientais (por exemplo, resíduos, poluição, emissões de gases de efeito estufa, desmatamento e mudanças climáticas).

Os critérios sociais examinam como a empresa trata as pessoas (por exemplo, gestão de capital humano, diversidade e igualdade de oportunidades, condições de trabalho, saúde e segurança, e venda incorreta de produtos), enquanto os critérios de governança examinam como uma empresa é governada (por exemplo, remuneração de executivos, práticas fiscais e estratégia, corrupção e suborno, diversidade e estrutura do conselho).

ESG também diz respeito também à gestão de riscos de uma empresa, ou seja, como ela gerencia suas próprias operações para minimizar os impactos negativos.

No cerne do investimento ESG está a ideia simples de que as empresas têm mais probabilidade de ter sucesso e oferecer retornos sólidos se criarem valor para todos os seus stakeholders — funcionários, clientes, fornecedores e a sociedade em geral, incluindo o meio ambiente — e não apenas os proprietários da empresa.

Consequentemente, a análise ESG considera como as empresas atendem à sociedade e como isso impacta seu desempenho atual e futuro. A análise ESG não trata apenas do que a empresa está fazendo hoje. A consideração das tendências futuras é extremamente importante e deve incluir inerentemente mudanças disruptivas que podem ter implicações significativas para a lucratividade futura de uma empresa ou sua própria existência.

Como ela beneficia os negócios?

Existem vários benefícios múltiplos para as empresas investirem no desenvolvimento e implementação de estratégias ESG robustas. Uma proposta ESG forte pode ajudar a criar um enorme valor de negócios em toda a empresa. Práticas sustentáveis nos negócios:

  • atraem mais clientes, permitem melhor acesso aos recursos, reduzem o consumo de energia e água e, portanto, também podem reduzir os custos operacionais;
  • levam a maior credibilidade social, atraem talentos, aumentam o moral dos funcionários e fortalecem as relações com a comunidade;
  • podem levar ao apoio governamental, subsídios, superação da pressão regulatória crescente e melhores relações com os investidores, por exemplo, na forma de melhores condições de empréstimo ou custos de capital mais baixos.

Como o ESG se relaciona com a TI sustentável?

Sustentabilidade não é mais apenas uma palavra da moda, é um modo de vida que o mundo precisará adotar para conter as mudanças climáticas. Refere-se a uma série de práticas, incluindo a redução de nossa dependência de certas energias, limitação de nossas emissões de gases do efeito estufa e mudança na forma como fazemos compras ou nos deslocamos.

As empresas devem considerar a sustentabilidade como a tomada de decisões com base na ética e na responsabilidade de seus negócios, desde sua pegada ecológica até suas práticas de negócios globais. Depois, há o custo do negócio: a energia que você paga e que administra sua infraestrutura de TI sozinha é uma porcentagem significativa de suas despesas gerais.

Apesar de depender da tecnologia, as empresas que atuam em setores não tecnológicos tendem a desperdiçar mais do que as empresas de tecnologia. Isso porque as empresas que não são de tecnologia podem estar menos cientes da sustentabilidade que uma tecnologia mais inteligente e de ponta pode oferecer.

É importante ressaltar que promover sua empresa por seus esforços sustentáveis ​​pode não resultar em processos de negócios mais baratos, mas fazer a coisa certa é cada vez mais importante para os clientes — portanto, defender o verde pode melhorar a imagem de sua marca.

Em TI, tornar-se ecológico pode significar projetar, fabricar, usar e descartar computadores, servidores e subsistemas associados de forma eficiente e eficaz, com mínimo ou nenhum impacto no meio ambiente. A TI verde também envolve a criação de melhores práticas de negócios para que as empresas possam economizar energia, reduzir o lixo eletrônico, gerenciar melhor as operações e considerar sua pegada ambiental, observando as atividades de seus fornecedores e clientes.

Como aplicar o ESG na área de tecnologia da sua empresa?

À medida que os critérios ESG se tornam mais importantes para os investidores, o setor de TI deve prestar atenção especial. Questões como uso de energia, práticas trabalhistas, impacto ambiental dos processos de fabricação e privacidade, e segurança cibernética, entre outras, estão no topo das agendas dos investidores institucionais que procuram riscos ESG em carteiras de investimento.

Por outro lado, a TI pode desempenhar um papel positivo no ESG porque permite a capacitação social por meio de maior acesso a informações, finanças ou saúde em regiões anteriormente remotas e carentes do planeta. E o uso inteligente de tecnologia e inovação será, sem dúvida, a chave para resolver nossos maiores problemas ambientais. Então, o que as empresas podem fazer?

Planejando operações de TI mais centralizadas

É relativamente fácil para uma organização centralizar seu sistema de tecnologia da informação. Com a virtualização de servidores, as pegadas de carbono podem ser reduzidas significativamente.

Uso de aplicativos de computador mais eficientes

Ao usar aplicativos de computador mais poderosos, seus sistemas de TI podem lidar melhor com as ineficiências. Além disso, o software mais rápido evita que os servidores operem regularmente na capacidade máxima, consumindo menos energia. Se alguém puder apenas aumentar a velocidade dos aplicativos de computador usados, poderá ter um efeito positivo correspondente no uso de energia e nas emissões de carbono.

Peso cuidadoso do ciclo de vida de dispositivos e acessórios de TI

Considere o ciclo de vida projetado do hardware de TI existente. Pode ser reciclado? Ele vai se deteriorar com o tempo? Do contrário, o descarte do hardware existente pode superar em muito os benefícios ambientais que você pretende obter com a compra de hardware de computador mais novo e mais eficiente em termos de energia.

Monitoramento de resultados e otimização contínua de TI

Por último, você deve sempre verificar os resultados das iniciativas de TI verde. Compare esses dados com os benchmarks e métricas definidos para a empresa. Um bom exemplo é verificar o consumo total de energia de cada mês. Se ele caiu significativamente, então pode-se dizer que reduzimos efetivamente a pegada de carbono de sua organização.

A digitalização será capaz de fortalecer e apoiar ainda mais a gestão sustentável no futuro. Isso pode ser alcançado por meio de aumentos de eficiência baseados em dados ou inovações digitais. Sabendo o que é ESG, você pode preparar o setor de TI da sua empresa para adotar as melhores práticas baseadas nesses critérios.

Gostou do artigo e quer acompanhar outros conteúdos sobre gestão e tecnologia? Assine a nossa newsletter e receba novidades diretamente no seu e-mail!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário